Insights

Link School Of Business

Bernardinho: da quadra ao empreendedorismo

Com várias conquistas olímpicas e títulos mundiais, Bernardinho deixou uma marca indelével no esporte. Tivemos o privilégio de conversar com ele sobre sua transição de carreira e início de suas atividades como empreendedor. O ex-treinador abriu o jogo sobre seus novos desafios e motivações.

Em paralelo, é inevitável não associá-lo à glória do vôlei nacional. Como ex-treinador da seleção brasileira de vôlei, o ícone liderou o time à conquista de diversas Olimpíadas e títulos mundiais.

Contudo, após uma carreira brilhante no esporte, Bernardinho abraçou uma nova jornada em meio ao universo do empreendedorismo, ambiente em que se destaca como inspiração para muitos.

Ao contrário do que muita gente possa imaginar, o empreendedorismo é uma atividade que exige planejamento, estratégia e liderança daqueles que decidem praticá-la – aspectos que Bernardinho já dominava enquanto treinador. Ao conduzir uma equipe em quadra, ele precisava traçar táticas, antecipar movimentos dos adversários e motivar seus atletas a darem o melhor de si.

Essas mesmas habilidades foram transferidas para o mundo empresarial, permitindo que ele construísse e liderasse negócios de sucesso. A busca constante pela excelência foi, da mesma maneira, outra marca registrada de Bernardinho durante toda a sua carreira.

Transição de carreira: semelhanças entre o trabalho de Bernardinho nas quadras e dentro de suas empresas

Essa transição pode parecer surpreendente, mas Bernardinho trouxe consigo lições valiosas do esporte para o mundo dos negócios. A liderança, estratégia e resiliência, tão fundamentais na quadra, foram habilmente aplicadas em seus empreendimentos.

Além disso, a busca incessante pela excelência foi um fator-chave em sua carreira no vôlei e também se reflete em suas atividades empresariais. Bernardinho estabeleceu metas ambiciosas, valorizando a inovação e a melhoria contínua.

Sua gestão eficiente se revelou um trunfo para enfrentar os desafios no mundo dos negócios. Assim como administrava recursos e pressão no esporte, ele utilizou essas habilidades para construir um negócio sólido e bem-sucedido.

A capacidade de adaptação, essencial no vôlei, também foi levada para o empreendedorismo. Bernardinho soube ajustar-se às mudanças do mercado e às demandas dos clientes.

A importância de criar uma cultura de colaboração

Por fim, impossível não falar do espírito de equipe que sempre foi um dos pilares de sua carreira no vôlei. Tal característica também precisou ser mantida para que Bernardinho tivesse sucesso como empreendedor.

Acima de tudo, ciar uma cultura de colaboração e confiança foi fundamental para o sucesso de suas empresas.

Por último, a transição de Bernardinho do vôlei para o empreendedorismo é uma prova de que habilidades aprendidas em uma área podem ser valiosas em outras. Seu legado ensina que, com paixão, dedicação e esforço, é possível alcançar novos patamares e construir um legado duradouro.

Assista nossa conversa na íntegra: