Empreendedorismo

Fernando Nogueira
Professor da Link School Of Business e Head da New Busines

Lean Canvas: estratégias práticas para empreendedores

No universo empreendedor, a habilidade de transformar ideias inovadoras em planos de negócios tangíveis é fundamental para o sucesso. É neste contexto que o professor Fernando Nogueira nos apresenta um famoso framework de planejamento estratégico conhecido como Lean Canvas.

Na trilha do empreendedorismo, a capacidade de transformar ideias inovadoras em planos de negócios estratégicos é crucial para o sucesso. Nesse contexto, o Lean Canvas emerge como um poderoso aliado para empreendedores que buscam uma abordagem ágil e focada.

Desenvolvido por Ash Maurya e inspirado pelo best-seller “The Lean Startup”, o Lean Canvas é, deste modo, um framework de planejamento estratégico que simplifica o processo de concepção e desenvolvimento de novos empreendimentos.

O que é Lean Canvas?

Antes de qualquer coisa, precisamos entender o que é esse mecanismo. Resumidamente, esta é uma ferramenta visual que visa auxiliar empreendedores na concepção e validação de modelos de negócios de forma eficiente.

Ou seja, ao invés de elaborar planos de negócios extensos e detalhados, esse mecanismo propõe uma abordagem mais ágil e centrada nas necessidades do mercado.

Além de ser composto por nove blocos distintos, o método também oferece uma visão panorâmica do modelo de negócios, destacando os principais elementos que determinam o sucesso de uma iniciativa empreendedora.

Blocos do Lean Canvas e suas aplicações práticas

  • 1- Problema

O ponto de partida, dedicado à identificação e compreensão do problema a ser resolvido. Aqui, empreendedores exploram alternativas existentes, visando uma conexão autêntica com seu público-alvo.

  • 2- Solução

No bloco de solução, a ênfase recai sobre a criação de soluções inovadoras. Utilizando o conceito de MVP (Produto Mínimo Viável), empreendedores desenvolvem respostas direcionadas às necessidades específicas do mercado.

  • 3- Proposta Única de valor:

O terceiro bloco delineia a Proposta Única de Valor (UVP), destacando a importância de uma UVP que ressoe de maneira eficaz com o público-alvo, diferenciando a oferta no mercado.

  • 4- Vantagem Injusta:

A obtenção de uma Vantagem Injusta, o quarto bloco, é crucial para a competitividade.

  • 5- Canais:

No bloco de Canais, empreendedores escolhem e implementam canais de distribuição eficazes.

Lembre-se que identificar canais de aquisição eficientes é fundamental para alcançar o público de maneira estratégica.

  • 6- Segmento de Clientes:

A identificação de Early Adopters e a criação de personas são focos no bloco de Segmento de Clientes.

Empreendedores são orientados a encontrar esses Early Adopters nos “Watering Holes“, locais onde esses clientes potenciais se reúnem.

  • 7- Estrutura de Custos/Fontes de Receita:

A sustentabilidade financeira é abordada nos blocos de estrutura de custos e fontes de receita.

Precificação, modelos de negócio e objetivos claros são estabelecidos para guiar empreendedores no desenvolvimento saudável de seus negócios.

Recursos recomendados para se aprofundar em Lean Canvas

Em resumo, o Lean Canvas é mais que uma ferramenta; é uma abordagem estratégica que capacita empreendedores a transformar ideias em planos de negócios sólidos. Ao integrar a agilidade do Lean Canvas com estratégias práticas, você pode navegar nos desafios do mercado com mais confiança e clareza.

Por fim, para consolidar o aprendizado, recomendo que você leia “Running Lean” e “The Lean Startup” e acompanhe influenciadores como Ethan Mollick, Marc Andreessen e Sahil Bloom nas redes sociais para se manter atualizado sobre o assunto.

Até a próxima.