Empreendedorismo

Bruno Mano
Professor de comunicação efetiva na Link School Of Business e especialista em narrativas estratégicas

Os segredos do storytelling da Disney para empreendedores

No pulsante coração do Animal Kingdom da Disney, cada detalhe, cor e personagem conta uma história fascinante, concebida para envolver emocionalmente cada visitante. Essa habilidade de contar histórias é mais do que uma arte; é uma estratégia poderosa que os empreendedores podem adotar para transformar seus negócios e cativar seu público.

A mágica produzida pela Disney vai além do entretenimento; ela está fundamentada em uma fórmula de storytelling intencionalmente projetada para capturar corações e mentes: o modelo PIEPersuadir, Informar e Entreter. Esta abordagem não é exclusiva do reino dos parques temáticos; é uma ferramenta valiosa que os empreendedores podem empregar para fortalecer suas marcas e impulsionar o crescimento dos negócios.

Antes de continuar, entenda:

  • 1- Persuadir

No empreendedorismo, persuadir é a arte de convencer seu público a adotar uma nova perspectiva ou agir. Assim como a Disney persuade você a acreditar na magia, as marcas devem persuadir os clientes do valor e da singularidade de seus produtos ou serviços.

  • 2- Informar

Informações claras e precisas são a base para o entendimento e a confiança. Empresas devem educar seu público sobre o que elas oferecem, de maneira tão envolvente quanto um guia turístico no safari da Disney.

  • 3- Entreter:

No coração de cada negócio, há uma história que pode entreter. Histórias que capturam a imaginação podem tornar a marca memorável e promover uma conexão emocional forte, exatamente como um bom show da Disney.

Incorporando o modelo PIE no cerne da narrativa de marca, os empreendedores podem amplificar sua mensagem de forma significativa.

10 mandamentos do storytelling da Disney que podem ser aplicados a realidade empreendedora

Antes de mais nada:

Conheça seu público.

Assim como a Disney adapta suas histórias para alcançar diversos públicos, os empreendedores devem compreender as necessidades e desejos de sua audiência.

Isso vai além de dados demográficos; trata-se de conhecer suas histórias pessoais, desafios e aspirações. Portanto, pesquise, interaja e personalize sua mensagem para falar diretamente com quem você deseja alcançar.

Além disso, utilize literatura visual. Como você deve imaginar, uma imagem pode valer mais que mil palavras.

Dessa forma, utilize recursos visuais para criar uma narrativa visual forte, como logos, paletas de cores, design de produto e embalagens para contar a história da sua marca sem palavras, tornando a comunicação instantaneamente reconhecível e impactante.

Em paralelo, não deixe de estabelecer seu ambiente de atuação.

Cada área do Animal Kingdom, por exemplo, é meticulosamente projetada para imersão total. No mundo dos negócios, o “ambiente” pode ser sua presença online, seu espaço de varejo ou mesmo a embalagem do produto. Ele deve ser coerente com a narrativa da marca e deve transportar o cliente para a sua “terra”, onde sua história e valores são palpáveis.

Para empreendedores, isso significa também criar uma identidade de marca e uma cultura corporativa que reflitam os valores e a missão do negócio.

A narrativa do seu storytelling

Toda grande história da Disney tem um enredo cativante. Do mesmo modo, uma marca também precisa de uma narrativa forte, uma história de origem ou uma missão que explique não apenas o que ela faz, mas por que faz.

Isso ajuda a construir uma conexão emocional e dá aos clientes uma razão para acreditar e investir na sua visão. Lembre-se, toda empresa tem uma história para contar, seja sua origem, sua luta ou seu sucesso. Construa essa narrativa de maneira que ressoe e se conecte emocionalmente com seu público.

Tendo feito isso, concentre-se em contar uma história por vez.

Quando a Disney conta uma história, cada elemento é cuidadosamente selecionado para apoiar essa narrativa única. Empreendedores devem resistir à tentação de contar todas as histórias ao mesmo tempo.

Focar em uma única mensagem ou objetivo por vez pode evitar confusão e garantir que sua história seja recebida como planejado.

A tal magia existente em boas narrativas…

A Disney é conhecida por transformar a mais simples das histórias em algo espetacular. Empreendedores podem aplicar isso ao branding, marketing e storytelling.

Até as informações mais técnicas ou mundanas podem ser apresentadas de maneira emocionante e envolvente. Por isso, se você tem dados, transforme-os em uma história. Faça com que cada estatística conte uma parte da jornada do seu negócio, humanizando números e tornando-os relatables.

Contudo, esteja sempre atento ao nível de conexão emocional existente entre a sua empresa e os clientes.

Veja que a Disney é reconhecida por sua habilidade de tocar corações. Empreendedores devem buscar esse mesmo nível de conexão emocional, seja por meio de sua paixão, da sua missão ou dos benefícios que trazem para seus clientes.

Para estruturar o storytelling da sua empresa

Em primeiro lugar, planeje o começo, o meio e o fim da sua estratégia.

As histórias da Disney seguem uma estrutura clara, levando o público por uma jornada com um início atraente, um desenvolvimento envolvente e um fim satisfatório. No empreendedorismo, isso pode significar planejar campanhas de marketing, experiências de cliente ou até a trajetória do seu produto ou serviço com uma narrativa clara e objetivo final.

Em outras palavras, tenha uma estrutura clara, assim será mais simples construir expectativas e entregar conclusões mais satisfatória, seja para um produto, um serviço ou uma campanha de marketing.

Em segundo lugar, não esqueça de utilizar momentos de surpresa e alegria para surpreender positivamente os seus clientes.

Surpresas e momentos de alegria criam memórias duradouras nos parques da Disney. Da mesma forma, empresas podem fazer o mesmo, oferecendo mais do que o esperado, criando experiências únicas e agradáveis que os clientes vão querer compartilhar e repetir.

Surpreender positivamente o cliente pode transformar uma experiência comum em uma memória duradoura, promovendo fidelidade e compartilhamento social.

Mais aprendizados obtidos ao observarmos o storytelling da Disney

A Disney nos mostra suas histórias com espetáculos visuais e não apenas com diálogos.

Assim como a empresa, enquanto empreendedor você também deve mostrar o impacto de seus produtos ou serviços através de demonstrações, depoimentos, estudos de caso e histórias de sucesso, permitindo que os clientes vejam por si mesmos o valor do que está sendo oferecido.

Ademais, demonstracões práticas e estudos de caso são ferramentas valiosas para mostrar o impacto real do seu produto ou serviço, em vez de apenas falar sobre suas características.

Não tem como dizer que não. Empreendedores podem sim aprender muito com a maestria do storytelling da Disney.

Ao adotar a arte de contar histórias de maneira estratégica e intencional, você não está simplesmente comercializando um produto ou serviço; está convidando seus clientes para serem parte de algo maior — uma narrativa que ressoa com suas experiências, valores e sonhos.

Criar uma experiência inesquecível para os clientes significa envolvê-los em cada ponto de contato com a marca.

Isso começa com a primeira impressão e continua através de cada interação, seja ela digital, física ou pessoal.

Como a Disney, que imerge os visitantes em seus parques temáticos com uma atenção meticulosa aos detalhes, os empreendedores devem cuidar para que cada aspecto do negócio — da qualidade do produto, ao atendimento ao cliente, até o conteúdo nas mídias sociais — esteja alinhado para fortalecer a história da marca.

Elementos de um storytelling bem construído e eficiente

Ao proporcionar momentos de surpresa e alegria, você cria pontos de memória que os clientes associam à sua marca, tornando-a parte de suas próprias histórias. Esses momentos podem vir na forma de um serviço excepcional, um suporte que vai além do esperado ou um produto que genuinamente melhora suas vidas.

Tais experiências contribuem para construir uma marca que é não apenas duradoura, mas também profundamente querida e respeitada.

No coração de uma marca memorável está a habilidade de tocar as pessoas em um nível pessoal, algo que a Disney faz magistralmente. Ao emular essa capacidade, os empreendedores podem cultivar lealdade e advocacia entre seus clientes. A chave é ser autêntico, consistente e verdadeiramente comprometido em entregar não só um produto ou serviço, mas uma parte de uma história maior que os clientes querem contar repetidamente.

Portanto, o poder do storytelling no empreendedorismo não é apenas um meio para um fim comercial. É a fundação para construir uma marca com alma, aquela que inspira, conecta e perdura.

As histórias que habitam o Animal Kingdom nos lembram de que, no final, as marcas que sobrevivem e prosperam são aquelas que conseguem tocar o coração das pessoas e fazer com que se sintam parte de algo extraordinário.

Isso é algo que todo empreendedor aspira — criar uma marca que, como as histórias atemporais da Disney, permaneça na memória e no coração de seu público.